Posts

Velejadores do Jangadeiros dominam Sul-Americano de Snipe

Uma virada espetacular no resultado das últimas duas regatas finais do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe garantiu o título à dupla Alexandre “Xandi Paradeda e Gabriel Kieling, o “Bolinha”(Poupex/Modular) do Clube dos Jangadeiros, representando o Brasil. Nos primeiros três dias de competições os velejadores estiveram longe das primeiras posições, mas revelaram uma surpreendende reação no último dia, assumindo a primeira colocação geral. “Foi o título mais difícil destes nossos seis anos de parceria. A medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos (no Chile, em março) e a conquista do Campeonato Brasileiro (em Florianópolis, no mês de fevereiro) acabaram sendo bem mais tranquilas”, completou Bolinha.

Tiago Brito é campeão na Júnior

Na categoria Júnior o título ficou também com o Clube dos Jangadeiros, através da dupla Tiago Brito  e Victor Sabino, que é do Rio de Janeiro. Embora sem antes terem velejado juntos, a dupla mostrou entrosamento e muita competência nas águas do Guaíba, terminando em oitavo lugar na classificação geral e com o título na categoria Junior. “Nos adaptamos rápido ao barco e conseguimos cumprir o nosso objetivo, que era ficar entre os dez melhores”, comentou o velejador do Jangadeiros, de 17 anos.

Dodão e Paradeda vencem no Master 

Nas categorias Master e Misto, que tiveram provas disputadas nos dias 14 e 15 de abril, mais dois títulos do Jangadeiros, com George Nehm/Roberto Paradeda e Gabriel Kieling/Geórgia Rodrigues, respectivamente.

Dupla da argentina leva o título feminino 

No feminino, ninguém superou as argentinas Brenda Quagliotti e Victória Courtade, do Club de Velas Rosar

 

Súmula final do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe – Categorias Sênior, Junior e Feminino.

O evento

O 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe foi realizado pelo Clube dos Jangadeiros, em parceria com Associação Internacional da classe Snipe. A competição aconteceu entre os dias 13 e 19 de abril e reuniu mais de uma centena de velejadores, incluindo campeões mundiais, pan-americanos, sul-americanos e brasileiros. Atletas brasileiros, argentinos, chilenos e peruanos disputaram as regatas nas raias da Pedra Redonda e da Tristeza, zona sul de Porto Alegre.

O evento foi dividido em duas etapas, com as provas destinadas às categorias Master e Misto nos dias 14 e 15 e para Sênior, Junior e Feminino, de 16 a 19 de abril. O 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe tem patrocínio da Modular Cargas e apoio da Staub, da Equinautic, da Fundergs, da Ritter, do Boteco Natalício e da Olimpic Sails.

Os campeões:

Sênior: Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling (Clube dos Jangadeiros – Brasil).

Junior: Tiago Brito e Victor Sabino (Clube dos Jangadeiros – Brasil).

Feminino: Brenda Quagliotti e Victória Courtade (Club de Velas Rosario – Argentina).

Master: George Nehm e Roberto Paradeda (Clube dos Jangadeiros – Brasil).

Misto: Gabriel Kieling e Geórgia Rodrigues (Clube dos Jangadeiros – Brasil).

Fotos: Marcos Méndez/SailStation.com. 

Decisão do 36º Sul-Americano de Snipe acontece neste sábado

A adrenalina tomará conta das águas do Guaíba neste sábado, 19 de abril, o último e decisivo dia do 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe. Organizada pelo Clube dos Jangadeiros, a competição reúne mais de 100 velejadores nas raias da Tristeza e da Pedra Redonda, zona sul de Porto Alegre, incluindo campeões mundiais, pan-americanos, sul-americanos e brasileiros. As regatas contam a participação de atletas brasileiros, argentinos, chilenos e peruanos e são parte das eliminatórias dos Jogos Pan-Americanos de 2015. O evento foi dividido em duas etapas, com as provas destinadas ao Master e ao Misto nos dias 14 e 15 e das demais categorias, a partir do dia 16.

O chamado campeonato aberto (Sênior, Junior e Feminino) é disputado por 40 duplas. Após a realização de apenas três regatas em três dias, a corrida pelo título segue indefinida, com muitas tripulações na briga. A liderança é dos paulistas Rafael Gagliotti e Henrique Wisniewski, do Iate Clube de Santos, que somam 16 pontos perdidos. Os gaúchos Roberto Paradeda e Antônio Rosa, do Jangadeiros, são os segundos colocados, três pontos atrás, seguidos pelos velejadores Alexandre Tinoco e Matheus Gonçalves, do Rio de Janeiro.

Em oitavo lugar na classificação geral, Tiago Brito e Victor Sabino, do Jangadeiros, lideram na categoria Junior. Já no feminino o primeiro lugar é das argentinas Brenda Quagliotti e Victória Courtade. A decisão do Sul-Amerincano de Snipe acontece neste sábado, 19 de abril, a partir das 11h. 

Resultados provisórios do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe.

Fotos: Marcos Méndez/SailStation.com.

Falta de vento impede realização das regatas desta quinta-feira

A falta de vento impediu a realização das regatas do 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe programadas para esta quinta-feira, 17 de abril. O início das provas estava marcado para as 13h, mas a calmaria manteve os competidores em terra até 15h15min. As 40 duplas chegaram a velejar até a raia da Baía da Tristeza, na zona sul de Porto Alegre, quando um vento noroeste com seis nós de intensidade finalmente se firmou.  As condições, entretanto, não se mantiveram por muito tempo e as tripulações retornaram ao Clube dos Jangadeiros.

Com isto, a liderança segue com os gaúchos Fernando Kessler e Andrei Kneipp, do Jangadeiros. O segundo lugar é dos baianos Jonhtan Zherke, do Yach Clube da Bahia, seguidos pelos paulistas Rafael Gagliotti e Henrique Wisniewski, do Iate Clube de Santos. Outras três duplas do Jangadeiros aparecem entre as dez primeiras colocadas: Roberto Paradeda e Antônio Rosa (4º), Tiago Brito e Vitor Sabino (7º) e Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling (9º). “Ainda tem muito campeonato pela frente, então não tem nada definido”, afirmou Kneipp.

As regatas do 36º Sul-Americano de Snipe continuam nesta sexta-feira, 18 de abril, a partir das 13h. O objetivo é realizar mais três da série de oito regatas programadas.

Resultados provisórios do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe.

Confira abaixo a galeria de imagens das duplas que representam o Jangadeiros na competição.

Dupla do Jangadeiros lidera Campeonato Sul-Americano de Snipe

Os velejadores que estão participando do 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe tiveram bastante trabalho na tarde desta quarta-feira, 16 e abril. Marcada para as 13h, a primeira regata do dia começou com 45 minutos de atraso e foi disputada com vento fraco, variando de seis a oito nós de intensidade. As tripulações andaram bastantes próximas nas duas provas realizadas e travaram duelos acirrados na raia da Baía da Pedra Redonda, zona sul de Porto Alegre. Quem melhor aproveitou o dia foi a dupla formada pelos gaúchos Fernando Kessler e Andrei Kneipp, do Clube dos Jangadeiros. Os velejadores terminaram a primeira regata em 9º lugar e venceram a segunda prova, somando 10 pontos perdidos. Com um ponto a mais aparecem os baianos Mateus Tavares e Jonhtan Zherke, do Yach Clube da Bahia, e os paulistas Rafael Gagliotti e Henrique Wisniewski, do Iate Clube de Santos.

Apontados como favoritos ao título, os atuais campeões brasileiros da classe, Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling, estão em 9º lugar, com 23 pontos perdidos. A dupla do Jangadeiros mostra confiança e torce para que a intensidade do vento aumente. “Ainda tem muito campeonato pela frente. O barco está bom e vamos lutar pelo título até o último dia”, frisou Bolinha.

O 36º Sul-Americano de Snipe segue nesta quinta-feira, 17 de abril, a partir das 13h. O objetivo é realizar mais duas da série de oito regatas programadas.

Resultados provisórios do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe.

.

Foto: Marcos Méndez/SailStation.com (marcos.mendez@sailstation.com).

Ventos de 8 nós e ritmo forte no Sul-Americano de Snipe

O primeiro dia de regatas do 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe reuniu verdadeiras lendas da vela brasileira na raia da Baía da Pedra Redonda, zona sul de Porto Alegre, nesta segunda-feira, dia 14 de abril. Destinadas às categorias Master e Misto, as regatas demoraram quase duas horas para começar, por causa da ausência do vento, mas a espera valeu a pena. Por volta das 15h30min, um vento sudeste com cerca de oito nós começou a soprar para a alegria das 31 tripulações. A primeira largada ocorreu pouco antes das 16h e deu início a uma sequência de belas e divertidas disputas, que deixaram os veteranos velejadores praticamente exaustos no final do dia.

Após duas regatas, a liderança é dos gaúchos George “Dodão” Nehm e Roberto Paradeda, do Clube dos Jangadeiros, que terminaram as duas provas em segundo lugar. “O dia foi realmente perfeito, com vento sudeste e uma média de quase 10 nós de intensidade. Mas o resultado passa pelo talento do meu proeiro”, disse o humilde timoneiro, que possui no currículo os títulos brasileiro e sul-americano da classe Snipe. “Assim como muitos outros velejadores da categoria Master, eu não velejava de Snipe há algum tempo. Então demorou um pouco para pegar o jeito”, divertiu-se.

Outro experiente velejador que se mostrou bastante satisfeito ao final das regatas foi o ex-campeão mundial Boris Ostergren, do Veleiro do Sul. “Foi um grande dia, no qual tive muita sorte hoje e até ganhei a primeira regata”, brincou Ostergren, que compete ao lado de Henrique Dias e está em terceiro lugar na classificação geral.

No misto, a liderança é de Gabriel Kieling e Géorgia Rodrigues, do Jangadeiros, seguidos por Alexandre Paradeda e Larissa Juk, que representam o Jangadeiros eo Iate Clube de Santa Catarina.

Master
1º George Nehm / Roberto Paradeda (Clube dos Jangadeiros) – 4 pontos perdidos
2º Bóris Ostergren / Henrique Dias (Veleiros do Sul) – 9 pontos perdidos
3º Marco Aurélio Paradeda / Fábio Pillar (Clube dos Jangadeiros) – 12 pontos perdidos

Misto
1º Gabriel Kieling / Géorgia Rodrigues (Clube dos Jangadeiros) – 5 pontos perdidos
2º Alexandre Paradeda e Larissa Juk (Clube dos Jangadeiros / Iate Clube de Santa Catarina) – 9 pontos perdidos
3º Federico Norman / Brenda Quagliotti (Club de Velas Rosario) – 11 pontos perdidos

Resultados provisórios do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe.

Fotos: Marcos Méndez/SailStation.com (marcos.mendez@sailstation.com).

Flotilha 426 promove churrasco e regatas

A Flotilha 426 convoca os velejadores da classe Snipe para um churrasco – cada um traz o que irá consumir –  na próxima sexta-feira, 4 de abril, no Bar Snipe. A atividade começará às 19h e servirá para organizar as duplas que irão competir na categoria Master no 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe e também para preparar os barcos para regatas-treino que serão realizadas neste fim de semana, dias 5 e 6. A ideia para reunir os velejadores para  definir quem irá correr com quem no Sul-Americano e já arrumar os barcos para o fim de semana. No sábado já haverá programação para as duplas, a partir das 10hs.

.

 

Jangadeiros sediará Sul-Americano de Snipe

Com a liderança de Alexandre Paradeda, capitão da Flotilha 426, a organização do 36º Campeonato Sul-Americano de Snipe vem trabalhando firme para que o evento entre para a história da classe. Em termos de infraestrutura, já conseguiu caminhões para transportar os barcos de velejadores baianos, paulistas e cariocas, garantindo regatas bem disputadas entre os dias 14 e 19 de abril, na raia da Tristeza. Além das competições, estão programadas atividades sociais com todos os competidores. “Vamos sediar um grande evento, então precisamos fazer o nosso melhor. Receberemos velejadores da Argentina, do Uruguai, do Peru, do Chile e do Equador e queremos que eles se sintam à vontade aqui no clube”, enfatiza Paradeda, sem deixar de enaltecer o patrocínio da Modular Transportes e o apoio da Olimpic Sails, da Pro Nautic, do Boteco Natalício e da Staub Comunicação e Marketing: “Eles estão sendo fundamentais para a realização do evento”, concluiu.

 Domingo (13/04/2014)

09:00 – 12:00 – Inscrições e medição para as categorias Master e Misto.

14:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

.

Segunda-feira (14/04/2014)

10:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

13:00 – Regatas para as categorias Master e Misto.

.

Terça-feira (15/04/2014)

10:00 – 17:00 – Inscrições e medição para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

11:00 – Regatas para as categorias Master e Misto.

19:00 – Cerimônia de abertura do evento e entrega dos prêmios para as categorias Master e Misto.

.

Quarta-feira (16/04/2014)

13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

18:00 – Confraternização logo após as regatas do dia, com canoa de cerveja, chopp e choripán.

.

Quinta-feira (17/04/2014)

13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

18:00 – Churrasco no Bar Snipe, logo após as regatas do dia.

.

Sexta-feira (18/04/2014)

13:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

18:00 – Confraternização logo após as regatas do dia, com canoa de cerveja, chopp e choripán.

.

Sábado (19/04/2014)

11:00 – Regatas para as categorias Sênior, Júnior e Feminino.

20:00 – Cerimônia de encerramento, entrega dos prêmios para as categorias Sênior, Júnior e Feminino e feijoada na Sede da Ilha.

Velejadores que se destacaram em 2014 são homenageados

Associados e convidados lotaram o Espaço Gourmet na última sexta-feira, 21 de março, em uma noite de festa e homenagens, promovida pelas flotilhas do clube, em parceria com a Comodoria. Amigos e familiares prestigiaram os velejadores do Jangadeiros que mais se destacaram neste primeiro trimestre e aproveitaram a oportunidade para saudar os campeões. O evento começou por voltas das 20 horas e contou com a participação de sócios de todas as idades.

Logo após o jantar, o vice-comodoro Esportivo, Francisco Freitas, comandou uma cerimônia, em que mais de uma dezena de velejadores foram homenageados. Eles receberam placas e foram saudados pelos presentes. Confira a relação de homenageados e as fotos do evento.

.

Optimist – Estreantes

– Joana Vilas Boas Ribas: Campeã brasileira na categoria Mirim.

– Luiza Howes Moré: Vice-campeã brasileira na categoria Mirim.

.

Optimist – Veteranos

– João Emílio Vasconcellos: Quarto colocado no último campeonato brasileiro e classificado para os campeonatos Europeu e Sul-Americano da classe.

– Guilherme Plentz: Oitavo colocado na classificação geral e vice-campeão na categoria Infantil, no último campeonato brasileiro. Classificado para os campeonatos Norte-Americano e Sul-Americano da classe.

– Breno Kneipp: Classificado para o Campeonato Norte-Americano da classe.

– Lorenzo Balestrin Correa: Campeão brasileiro na categoria Mirim.

.

420

– Tiago Brito e Andrei Kneip: Campeões brasileiros da classe.

.

Snipe

– Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling: Campeões brasileiros da classe e medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos.

– Lucas Mazim e Philipp Grochtmann: Campeões brasileiros da classe na categoria Junior.

– Hilton Piccolo e Bruno Gauer: Vice-campeões brasileiros da classe na categoria Master.

.

Hobie Cat 16

– Mario Dubeux e Karoline Bauermann: Representantes do Jangadeiros no Mundial da classe.

Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling conquistam o ouro no Chile

Com uma atuação de luxo, os velejadores Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling conquistaram nesta segunda-feira, 17 de março, a medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos. Os atletas do Jangadeiros não tomaram conhecimento dos adversários e dominaram do início ao fim as regatas da classe Snipe, que foram disputadas em Viña del Mar, no Chile. A dupla mostrou muito entrosamento em águas chilenas e nem precisaria velejar hoje. Paradeda e Bolinha planejavam ficar na torcida pelos colegas de equipe, mas a falta de vento desta segunda anulou as regatas do dia. “A gente chegou bem preparado, principalmente depois do Brasileiro, que foi disputado em fevereiro, então não tivemos muita dificuldade. A ideia hoje era aproveitar o dia para torcer pelos outros velejadores, mas, como não teve regata, vamos aproveitar o resto do dia para comemorar muito”, disse Bolinha, o proeiro da dupla.

Campeões brasileiros em fevereiro e terceiros colocados no último mundial, os velejadores não terão muito tempo para festejar. Assim que retornares do Chile, eles iniciarão a preparação para o 36º Campeonato Sul-Americano da classe Snipe, que acontecerá entre os dias 13 e 19 de abril, em Porto Alegre. Organizada pelo Clube dos Jangadeiros, a competição é parte da eliminatória para os Jogos Pan-Americanos de 2015. “Estamos nos dedicando muito, pois queremos fazer um grande Sul-Americano. Estes títulos recentes mostram que estamos no caminho certo”, avaliou Paradeda, um dos mais vitoriosos velejadores brasileiros de todos os tempos.

Quem também comemorou nesta segunda-feira foi a velejadora Geórgia Rodrigues da Silva, que, assim como Paradeda e Bolinha, é cria da Escola de Vela Barra Limpa. Gica, como é conhecida entre os amigos, integrou a tripulação campeã na classe J-24. Ela competiu ao lado de Samuel Albrecht, Alex Saldanha e Frederico Sidou.

.

Foto: Bernardita Grez. 

Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling lideram no Chile

Os velejadores Alexandre Paradeda e Gabriel “Bolinha” Kieling não estão dando chances para os adversários nos Jogos Sul-Americanos. Com cinco vitórias em seis regatas, a dupla do Jangadeiros lidera com folga na classe Snipe e está perto de garantir mais uma medalha de ouro para o Brasil. As provas começaram na última quarta-feira, dia 12, e estão sendo disputadas em Viña del Mar, no Chile. Paradeda e Bolinha são os atuais campeões brasileiros e integram a equipe brasileira de vela, grupo formado por 11 atletas, de cinco diferentes classes, que é apoiado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pela Confederação Brasileira de Vela (CBVela).

Nesta sexta-feira, 14 de março, após dois dias de calmaria no Chile, o vento foi mais amistoso com os velejadores. Três regatas foram realizadas, duas com vento médio e uma com vento forte. Com isso, o descarte do pior resultado já está valendo. As provas vão até a próxima segunda-feira, dia 17.

.

Foto: PecciCom.