Posts

Fernanda e Ana Barbachan competem no Sul-americano da classe olímpica 470, em Buenos Aires

As melhores do mundo: Fernanda Oliveira e Ana Barbachan conquistam o 4º lugar feminino do Norte-Americano da classe 470 em Miami

RESULTADOS: https://goo.gl/XDLuLZ

A nossa dupla olímpica Fernanda Oliveira e Ana Barbachan estreou muito bem nas competições internacionais de 2018. Faltou pouco para elas subirem ao pódio. De oito regatas disputadas entre as melhores do mundo na categoria Feminino, a meninas venceram três no Campeonato Norte-Americano da classe 470 em Miami, no Coconut Grove Sailing Club. A competição de três dias encerrou nesta segunda-feira (15).

“Competiram 30 barcos no Feminino, foi um campeonato bem difícil, mas ficamos muito felizes com esse recomeço no cenário internacional. Conseguimos ganhar três regatas das oito e ficamos bem contentes. As duplas mais fortes do circuito mundial estavam presentes. Foi um resultado bem positivo. Ficamos bem animadas. Hoje é a nossa folga e depois retomamos os treinamentos, pois na próxima terça-feira começa a etapa da Copa do Mundo também aqui em Miami”, diz Fernanda Oliveira.

SOBRE A CLASSE 470

A 470 é uma classe olímpica de vela, disputada em provas femininas e masculinas. O nome deve-se ao comprimento da embarcação, que é de 470 cm. O 470 é uma embarcação oficial das competições de vela desde 1969. Nos Jogos de 1976 em Montreal passou a ser uma classe olímpica. Inicialmente, era uma classe aberta a ambos os sexos. Desde os Jogos de Seoul (1988) que a competição é feita em eventos separados de mulheres e homens. O 470 foi o primeiro evento olímpico de vela para mulheres.

Crédito: Matias Capizzano

Fernanda Oliveira e Ana Barbachan venceram na classe 470 feminino da IV Copa Brasil de Vela e estão na Equipe Brasileira

Dupla que representou o Brasil nas duas últimas Olimpíadas na classe 470 feminino, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan fazem parte, mais uma vez, da Equipe Brasileira de Vela. Depois de conquistarem o Sul-Americano da classe há uma semana, as gaúchas repetiram o resultado e venceram a IV Copa Brasil.

As campeãs avaliaram o seu desempenho na competição – em 10 regatas foram 28 pontos perdidos – e descreveram a emoção de estarem presentes novamente na Equipe Brasileira de Vela.

 

@Agenda Preview

Fernanda Oliveira. Foto:@Agenda Preview

 

“É uma situação um pouco diferente para mim, em função da minha gravidez, mas foi bom que a gente pode demonstrar um ótimo nível, vencendo no feminino e ficando em terceiro geral na 470, competindo com os homens. Vamos lá, é mais um início de ciclo olímpico e estamos prontas para encará-lo”.

 

 

 

 

Ana Barbachan. Foto @Agenda Preview

Ana Barbachan. Foto @Agenda Preview

 

“Fazer parte, mais uma vez, da Equipe Brasileira de Vela é uma realização pessoal acima de tudo. O esporte é a nossa profissão, uma profissão que a gente escolheu exercer, e é muito fazer parte deste grupo seleto. Vamos fazer de tudo para representar nosso país da melhor forma”.

 

 

Fernanda Oliveira e Ana Barbachan em ação na IV Copa Brasil de Vela. Foto: Jefferson Bernardes / @AgenciaPreview

Fernanda Oliveira e Ana Barbachan em ação na IV Copa Brasil de Vela. Foto: Jefferson Bernardes / @AgenciaPreview

Tiago Brito e Andrei Kneipp terminam em quinto lugar

Outra dupla do Jangadeiros que fez bonito na competição, foi Tiago Brito e Andrei Kneipp. Os jovens terminaram a IV Copa Brasil de Vela na quinta colocação com 48 pontos perdidos. Motivados pelo segundo lugar no Sul-Americano na categoria Júnior, os gaúchos chegaram a vencer uma regata no maior campeonato do calendário náutico nacional.

Tiago Brito e Andrei Kneipp em ação na IV Copa Brasil. Foto: Jefferson Bernardes / @AgenciaPreview

Tiago Brito e Andrei Kneipp em ação na IV Copa Brasil. Foto: Jefferson Bernardes / @AgenciaPreview

 

Fernanda e Ana aparecem em 10º lugar em ranking da classe 470

O bom desempenho no 45º Trofeo Princesa Sofía rendeu às velejadoras gaúchas Fernanda Oliveira e Ana Barbachan uma posição no ranking mundial da classe 470. A dupla do Clube dos Jangadeiros terminou a tradicional competição realizada em Palma de Mallorca na 4ª colocação, em uma disputa que reuniu 47 tripulações, e pulou do 11º para o 10º lugar. Com apenas três eventos computados (a maioria das duplas tem seis), as atletas porto-alegrenses somam 556 pontos na classificação divulgada pela Federação Internacional de Vela (Isaf, na sigla em inglês) nesta segunda-feira, 7 de abril. A liderança é das francesas Camille Lecointre e Helene Defrance, que tem 946, seguidas pelas atuais campeãs olímpicas e do Trofeo Princesa Sofía, Jo Aleh e Polly Powrie, da Nova Zelândia, com 897.

O melhor momento de Fernanda e Ana no ranking aconteceu em 2013, quando as velejadoras venceram três etapas da Copa do Mundo de Vela (Miami, Palma de Mallorca e Hyères) e assumiram o primeiro lugar. Sem competir desde agosto passado, a dupla havia caído para a 11ª posição.

Confira todos os rankings da Isaf aqui.

.

Foto: Martinez Studio/45º Trofeo Princesa Sofía.