Posts

Novidade: Kitesurf promete voos acrobáticos na Copa Brasil de Vela

Interessados em conhecer mais sobre a modalidade poderão participar das clínicas de instrutores para Kitesurf. Aulas no CDJ, entre os dias 5 e 7 de março, das 9h às 17h. As regatas da classe acontecem nos dias 9, 10 e 11 nas categorias Profissional (Tubular e Foil) e Amador (Tubular). 

A medida em que o tempo passa, vai aumentando a ansiedade para a chegada das duas principais competições do calendário náutico nacional: a IV Copa Brasil e II Copa Brasil de Vela Jovem. Neste ano, os eventos que serão sediados no Clube dos Jangadeiros e no Veleiros do Sul terão uma novidade. A classe Kitesurfe, que aproxima a vela tradicional dos esportes radicais, será atração na águas do Guaíba.

Com uma pipa, o kite, acoplada a prancha por meio de um trapézio preso ao corpo do velejador, o segredo do esporte é ousar e abusar das manobras.

Histórico campeão do CDJ na Copa Brasil

Juntamente com os voos acrobáticos do Kitesurf, acontecem as regatas das demais classes da vela tradicional. O CDJ, com todo o seu histórico de celeiro de atletas, já fez bonito em outras participações nesses campeonatos.

Na última edição da Copa Brasil, ocorrida em dezembro de 2015, no Rio de Janeiro, Breno Kneipp e Ian Paim foram medalhas de ouro. Já Marcelo Bernd e João Kremer ficaram em 4º lugar e Lorenzo Bernd e João Vasconcellos em 5º na classe 29er.

No 420, Tiago Brito e Pedro Zonta levaram para casa a medalha de prata e as atletas olímpicas Fernanda Oliveira e Ana Barbachan ficaram entre as top 5 no 470. Em 2014, também em terras cariocas, Samuel Albrecht e Georgia Rodrigues já haviam conquistado a prata na classe Nacra 17.

Neste ano, a IV Copa Brasil terá disputa nas seguintes classes: RS:X (masculino e feminino), Laser Standard, Laser Radial (feminino), Finn, 470 (masculino e feminino), 49er, 49er FX, e Nacra 17 (misto).

Já a II Copa Brasil de Vela Jovem está aberta para as classes RS:X (masculino e feminino), Laser Radial (masculino e feminino), 420 (masculino e feminino), 29er (masculino e feminino) e Hobie Cat 16 (aberto).

Breno Kneipp e Ian Paim foram campeões da I Copa Brasil de Vela Jovem em 2015