Posts

76º Aniversário foi também momento de agradecer as grandes conquistas

Orgulho e sentimento de dever muito bem cumprido, são as melhores palavras para representar o Jangadeiros na sua bonita noite de celebração do 76º aniversário, no sábado (2). O ano de 2017 foi especialmente intenso em atividades, campeonatos e conquista de títulos para o Clube. Em dois momentos,  março e novembro, o Janga se tornou o centro da vela brasileira

Os brindes começaram no lounge montado no deck do Restaurante da Ilha, com a comodoria recebendo os sócios que começavam a chegar quando o sol ainda estava se pondo no Guaíba. Entre espumantes e coquetel, todos aproveitaram para confraternizar e apreciar a decoração assinada por Cristina Pereira, que se inspirou no verão para criar os arranjos distribuídos pelos salões.

Do lounge, os sócios passaram para as mesas, onde teve início o jantar e após voltaram ao deck para as homenagens, cantar parabéns, assoprar as velas, apreciar a espetacular e tradicional queima de fogos e dançar. Os grandes homenageados do aniversário foram Nelson Piccolo e Carlos Henrique De Lorenzi, o Dedá, pela passagem dos 50 anos de conquista do Mundial da classe Snipe, nas Bahamas, pela conquista do Brasileiro e dos Jogos Panamericanos, em Winnipeg, no Canadá. “1967 foi um ano mágico”, comentou o comodoro Manuel Ruttkay Pereira.

Dois sócios que participaram da primeira comemoração de aniversário do Clube, dois “cúmplices” dessa longa história de vitórias – Verônica Ruttkay Pereira e Kurt Keller – foram convidados a assoprar as velinhas do bolo de 76 anos. O momento também foi de agradecimento pelas conquistas de 2017. Nossos velejadores defenderam a camiseta do Jangadeiros em inúmeros campeonatos, realizados aqui e fora do País, e trouxeram medalhas de ouro, de prata e de bronze. Atletas que entraram para a nossa história e para a história da vela nacional e mundial. Agradecimentos fundamentais aos nossos sócios, parceiros de todas as jornadas e razão maior do Jangadeiros!

A partir da esquerda: Dedá, o comodoro Manuel Ruttkay Pereira, Nelson Piccolo, Pedro Pesce,
vice-comodoro Administrativo, Paulo Renato Paradeda, presidente do Conselho Deliberativo e o
Capitão de Mar e Guerra, Amaury Marcial Gomes Júnior

Carlos Henrique de Lorenzi recebeu a homenagem das mãos da esposa, Vanira De Lorenzi,
e Nelson Piccolo das mãos da filha Daniela Piccolo

“Me sinto extremamente lisonjeado com a homenagem que recebemos na noite do aniversário do Clube. Não esperava, foi uma surpresa tão gratificante. Ganhamos no mesmo ano o Panamericano, o Brasileiro e o Mundial de Snipe, e essa placa foi um reconhecimento pelo nosso esforço”.

Nelson Piccolo
“Foi uma noite muito especial para mim e para o Nelson, o dia do aniversário de 50 anos da nossa vitória no mundial de snipe nas Bahamas, em 1967. É uma data muito significativa para nós, as lembranças vem à tona, as dificuldades, as alegrias, a chegada em Porto Alegre, a carreata no carro dos bombeiros. Devemos muito ao Jangadeiros, o Edmundo Soares foi um elemento-chave para podemos viajar e competir. Ficamos muito sensibilizados com a lembrança”

Carlos Henrique De Lorenzi

Verônica Ruttkay Pereira e Kurt Keller assopraram as velinhas pela passagem dos 76 anos do Clube

“Eu tinha apenas cinco ou seis anos e lembro muito bem do primeiro aniversário do Janga. Nós, crianças, estávamos vendendo rifas de um pequeno veleiro orientados pelo “tio” Leopoldo (Geyer) “para fazer dinheiro para o Clube”. De lá para cá, o Jangadeiros não para de crescer. Sempre que vem um diplomata da Hungria levo para visitar. A gente tem muito orgulho”.

Verônica Ruttkay Pereira

“Quando o Jangadeiros completou um ano de vida eu apaguei as velinhas. Por isso que a emoção hoje é muito grande. Especialmente para mim que participei da construção da história do Clube ao lado de quatro importantes nomes: Geraldo Linck, Edgar Siegmann, Edmundo Soares e Luiz Chagas. De verdade é uma emoção enorme. Às vezes me sento na mesa que considerávamos nossa aqui no Janga e me lembro deles. Muitas vezes até choro lembrando dos nossos feitos”.

Kurt Keller

“Somos sócios desde 2003 e vamos sempre. O Janga é uma obra feita a várias mãos, construída por um time que pegou junto, pedrinha por pedrinha. Um orgulho para nós”.

Marcio Lima, comerciante e proprietário da loja Equinautic e Claudia Lima, dentista
“O Janga tem uma das vistas mais lindas de Porto Alegre. Somos privilegiados em sermos sócios desde 2011. Parabéns Jangadeiros por esses 76 anos de história”.

Leonardo Oliveira, comerciante, e Michele Guiramand, professora

Rafael e Marga Paradeda

“É muito amor que tenho pelo Clube, cada dia fico mais orgulhosa de fazer parte desta história. É uma emoção estar na ilha celebrando os 76 anos do Janga em uma noite de lua cheia. Me enche de satisfação estar no lugar mais lindo de Porto Alegre”.

Marga Paradeda, professora e promoter de eventos
“A festa de aniversário é sempre muito legal e importante para o clube. É quando celebramos o aniversário da nossa segunda casa. Um evento que todo sócio deveria prestigiar e aproveitar para confraternizar”.

Rafael Paradeda, piloto comandante de helicóptero 

Alex Lopes e Maiara Sanches

“Para nós, a festa de aniversário do Clube é uma experiência nova, pois recém completamos um ano como associados. Estamos aproveitando muito, vir para cá tem sido a nossa melhor terapia”.

Alex Lopes, advogado, e Maiara Sanches, funcionária pública

Pedro Cesar de Oliveira Filho (ex-presidente do Conselho Deliberativo) e Claudia Wentzel de Oliveira com Ralph Johnstone e Claudia Koch Johnstone (membro do Conselho Deliberativo)

 “A festa é um encontro de grandes amigos que convivemos quase que diariamente. É ótimo       participar”

Pedro de Oliveira Filho e Claudia Wentzel de Oliveira

“Somos sócios há muitos anos e achamos ótimo participar desse momento de confraternização. Um orgulho fazer parte de mais um ano de vida do Clube”.

Ralph Johnstone e Claudia Koch Johnstone

Veja mais fotos e vídeos no Facebook do Clube!

Chegou o momento de brindarmos a bonita e vitoriosa história de 76 anos do Jangadeiros

Se você ainda não comprou seu ingresso, ainda há tempo. Vamos, juntos, levantar a taça e comemorar um ano de grandes conquistas do Clube neste sábado, no jantar de aniversário, a partir das 20h, no restaurante da Ilha. A programação segue com a Regata de Aniversário e premiação no domingo

O ano de 2017 foi de grandes emoções e de muitas realizações no Jangadeiros. Relembramos o bem sucedido plantio em julho, pelos nossos sócios e comodoria, de 526 mudas nativas na Ilha, a conquista de mais um edital de licitação na Confederação Brasileira de Clubes (CBC) para seguirmos estimulando a Vela Jovem e a garra e o talento dos nossos atletas, em diferentes classes de barcos, que trouxeram para o Janga novos títulos mundiais, nacionais, sul-americanos, sul brasileiros e estaduais.

Os ingressos para o jantar comemorativo, com músicas selecionadas pelo DJ Eduardo Irigaray, estão disponíveis na Central de Eventos ou na Secretaria Administrativa pelo valor de R$ 100,00, sem bebidas.

A programação da tradicional Regata de Aniversário, no sábado (2) e no domingo (3), tem largada prevista para às 13h, envolvendo todos os clubes de Porto Alegre e classes de barco. Domingo, depois das regatas de Oceano e um Velejaço que irá colorir o Guaíba, será o momento de homenagear os vencedores, às 19h30min, também no restaurante da Ilha.

Mais informações sobre as regatas você confere no link:
http://jangadeiros.com.br/wp-content/uploads/2017/11/2017-A-Reg-Aniver-Cdj-76-anos.pdf

Manuel Ruttkay Pereira: “A família Jangadeiros sabe receber, sabe fazer e sabe acontecer”

“É comum olharmos para trás quando atingimos determinadas datas ou marcas em nossa existência, fazendo um balanço do período que se encerra. Como exemplo, isso acontence nos finais de ano, nas conclusões de cursos e também em nossos aniversários! Podemos fazer o mesmo com o querido Janga! Em meio ao mar revolto por incertezas no qual insiste em navegar nosso país, nosso maravilhoso refúgio singrou com coragem e chegou em vários portos com segurança e altivez durante o ano que passou! Os recursos financeiros limitados aceleraram a busca de uma administração mais enxuta e propositiva como forma de melhorar as condições de utilização de todas as nossas benfeitorias.

Câmaras de segurança, melhorias significativas na iluminação, incluindo aí trocas de luminárias por outras que propiciam mais economia, aperfeiçoamento do sistema elétrico, aumento do número de torres nos trapiches, padronização de procedimentos no estaleiro e no porto, recuperação de infláveis de apoio, trocas de mesas e cadeiras na área da piscina e cobertura de duas churrasqueiras adicionais foram objetivos atingidos com o esforço de um time de funcionários dedicados e competentes!

E como cereja no bolo, os campeonatos de vela do segundo semestre, principalmente aqueles realizados em novembro, trouxeram alegria, novos campeões e a certeza de que a família Jangadeiros sabe receber, sabe fazer e sabe acontecer quando o assunto é navegar! Imperfeições continuam a existir e sonhos persistem em nosssas mentes pedindo para que se tornem realidade! Temos consciência plena dos desafios que se colocam diante de nós e das nossas limitações, mas confiamos na capacidade de superação do quadro social do Janga e entendemos que sempre deve existir um momento para festejar! Esse momento é agora! Setenta e seis anos de vitórias e conquistas que já pedem um cantinho chamado de Museu do Clube! Feliz aniversário Clube dos Jangadeiros! Que o novo ano traga alegrias e realizações pessoais e institucionais!”

Parabéns a todos!”

Comodoro Manuel Ruttkay Pereira

Vice-comodoro Esportivo, Rodrigo Castro (à direita), durante a Semana da Vela, com o Diretor de Esportes da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul

 “É hora de celebrarmos a tradição do nosso clube na vela, se ja esportiva ou de lazer, e colocarmos o maior número de barcos na água. Opções não faltam: teremos no sábado regatas das classes Monotipos e para os barcos de Oceano e Cruzeiro teremos a regata em Solitário ou Dupla Mista. No domingo, um grande velejaço para os barcos de oceano e cruzeiro com largada em frente à ilha”

Rodrigo Castro, vice-comodoro Esportivo