Resultados Regata de Monotipos | Hobie Cat 16 e Optimist

Inscrições para as Regatas de Monotipos de Aniversário do Jangadeiros

Regatas de aniversário do Jangadeiros serão no próximo final de semana

Tradicionais no calendário de vela gaúcho, as regatas que comemoram o aniversário do Clube dos Jangadeiros acontecem no próximo final de semana, dias 07 e 08 de dezembro, nas águas do Guaíba. 

No sábado, 07 de dezembro, acontecem as regatas para os monotipos, reunindo as classes Optimist, 29er, 420, Laser (4.7, Radial e Standard), Snipe, Soling e Hobie Cat 16. Já no domingo, 08 de novembro, é a vez da classe oceano, com as regatas de percurso para as classes IRC, RGS, Microtoner 19 e o Velejaço.

A premiação acontece no fim da tarde de domingo, a partir das 18h, no deck da Ilha dos Jangadeiros.

Para mais informações, clique aqui e acesse o Aviso de Regatas.

Confraternização e homenagens marcaram o Cruzeiraço do Janga

Encontro promovido pela diretoria de vela oceânica de Cruzeiro aconteceu entre os dias 15 e 17 de novembro, nas Areias Brancas.

No último final de semana, a diretoria de vela oceânica de Cruzeiro do Clube dos Jangadeiros promoveu o Cruzeiraço do Janga. O encontro, que marcou o início da temporada primavera/verão da vela, foi realizado entre os dias 15 e 17 de novembro, nas Areias Brancas.

O grupo de Cruzeiristas do clube participou de um luau na noite de sexta-feira (15), com direito a música e bate-papo. No sábado (16), um churrasco especial de confraternização foi marcado por homenagens aos destaques do ano.

Confira abaixo os homenageados:
Cruzeirista do Ano – Márcio Lima
Lancheiro do Ano – Pedro Boletto
Companheiro de Chimarrão – Roberto Gruner
Velejador em Solitário – Fábio Beck
Casal de Velejadores CDJ – Karen e Beto Goidanich
Regateira Cruzeirista – Thais Paz
Velejador Cruzeirista Jovem – Cristiano Diehl
Velejador e Velejadora Mirim – os pequenos Sebastian e Alice
Velejadores Cervejeiros – Paulo Dariva e José Roberto Machado Guimarães

Foi realizada uma homenagem especial aos aniversariantes Stela Seibel e Henrique Freitas e também o prêmio para as Cruzeiristas do Janga. Acesse o nosso Instagram e confira as imagens do encontro.

Regata de Monotipos é cancelada por falta de vento

O segundo dia da Regata de Monotipos da classe Laser que seria realizado na tarde deste domingo, foi cancelado devido a falta de ventos em um dia de calor e temperaturas chegando a trinta graus. Com isso, a competição ficou definida com a vitória de Peter Nehm na classe 4.7, que liderava a disputa com quatro pontos. Na Laser Radial, o vencedor foi o velejador Rodrigo Quevedo, do Veleiros do Sul,  que venceu as duas regatas disputadas no sábado.

E pela classe Standard, Antonio Costa (VDS) ficou com a vitória após um empate em número de pontos com Adrion Santos, que ficou com o segundo lugar, e  Augusto Moreira, em 3º. A competição reuniu doze barcos divididos entre as classes Radial, Standard e 4.7.

Súmula das regatas: http://migre.me/mIKkw

Peter Nehm é lider da Laser 4.7 no primeiro dia de regatas

Em uma tarde ensolarada e com uma leve garoa ao final da tarde aconteceu o primeiro dia de disputa da Regata de Monotipos, que reuniu a classe Laser Radial, Standard e 4.7. O destaque da regata foi Peter Nehm, que está na liderança, com quatro pontos,  após vencer a primeira regata e ficar em terceiro na segunda. Em segundo aparece o velejador Diego Falcetta, com a mesma pontuação de Peter, após ficar em segundo lugar nas duas regatas.

Na classe Laser Radial, Rodrigo Quevedo, do Veleiros do Sul,  venceu as duas regatas do dia e aparece em primeiro, com dois pontos. Já na classe Standard, um empate entre os três primeiros colocados: Antonio Costa, Adrion Santos, Augusto Moreira, ambos do Veleiros, aparecem respectivamente  em primeiro, segundo e terceiro lugar, empatados com quatro pontos. A competição termina amanhã, com a disputa das duas ultimas regatas.

Confira a súmula: http://migre.me/mIKkw

Regatas de monotipos visam os campeonatos brasileiros

A Regata de Monotipos, realizada no último final de semana, reuniu 39 barcos  na raia da Pedra Redonda.  A competição foi disputada entre as classes Snipe, Soling, 420 e Laser (Radial, Standard e 4.7) e teve largada às 14h. Entre os destaques da competição, Giovanne Pistorelo e Breno Kneipp ganharam todas as regatas e foram os vencedores na classe 420. Outro velejador que também venceu todas as regatas que disputou e ficou com o primeiro lugar foi Diego Falcetta, na Laser 4.7. Já pela classe Snipe, o destaque foi a vitória de Alexandre Paradeda e Lucas Aydos. Xandi destacou a importância da competição para o treinamento dos velejadores que irão disputar campeonatos e também para a classe Snipe, que no início do ano tem como foco principal a disputa do Campeonato Brasileiro de Snipe, que acontece em Brasília.

Súmulas da Regata de Monotipos: http://migre.me/mxjtr

 

Regata de Monotipos é atração da vela no final de semana

No próximo final de semana, a Regata de Monotipos vai reunir as classes Soling, Snipe, 420 e Laser (Radial, Standard e 4.7) na raia da Pedra Redonda, com largada às 14 horas.  Disputando a competição na classe Snipe, o Vice Comodoro Esportivo Xandi Paradeda, fala que “expectativa é ter bastante gente correndo, chamar toda a flotilha de snipe”. O vice comodoro destaca também a regata como treinamento para o Campeonato Brasileiro de Snipe, que acontece no início do ano, em Brasília. Xandi e Gabriel Bolinha são os atuais campeões do Brasileiro, que reuniu mais de 60 tripulações na praia de Jurerê, em Florianópolis em janeiro deste ano.

xandi

Xandi e Bolinha, Campeões do Brasileiro de Snipe

Em ritmo de treinamento para a disputa do Mundial de Soling, que acontece em novembro, em Punta del Este, o diretor técnico de Vela Olímpica, André Wahrlich, também irá disputar a regata desse final de semana e ressalta a importância das regatas e dos treinos para as competições.

“É importante para manter o ritmo e ajuda bastante porque é o momento que a nós podemos colocar situações de manobras que sempre temos que deixar em dia, até como simulação para o Mundial,” completou.

 

Vela Adaptada é destaque no estadual das classes Dingue e 2.4

A Vela Adaptada é destaque nesta final de semana, com a competição nas classes Dingue e 2.4. As regatas começam às 14h, com as disputa de seis regatas, sendo três regatas no sábado e mais três no domingo, na raia Cristal-Leste. O percurso será em barla sota, em quatro regatas, sendo o número de pernas decidido pelo Oficial da Comissão de Regatas do ICG. As marcas usadas serão triangulares de cor amarela, caso haja alteração, a marca de alteração de barlavento será triangular de cor verde. Havendo alteração da marca de sotavento, ela será substituída por outra marca de mesma cor.Se corridas 5 ou mais regatas haverá 1 descarte do pior resultado. O projeto da vela adaptada existe no ICG, desde setembro de 2009, e visa a inclusão das pessoas com deficiência física e visual à prática da vela, com o objetivo de participar das Paralímpiadas. A premiação acontecerá no dia 30 de novembro, no Clube dos Jangadeiros.