História

img_historia

O Clube dos Jangadeiros foi fundado em 7 de dezembro de 1941, por iniciativa do empresário e desportista Leopoldo Geyer, igualmente fundador dos clubes Veleiros do Sul e Iate Clube Guaíba, da Capital gaúcha.

Preocupado em levar o esporte da vela para a zona sul de Porto Alegre, já que até então a prática do iatismo limitava-se à zona norte, ao longo do cais dos Navegantes, Leopoldo Geyer lançou a idéia de um clube na baía da Tristeza e em seguida adquiriu uma chácara à beira do Guaíba , um local privilegiado, com um prédio de moradia em condições de ser transformado em sede social e com bela arborização. Fundado o Clube buscou, então, Leopoldo Geyer a venda de títulos patrimoniais, reunindo assim os recursos necessários ao ressarcimento do que fora gasto na compra da chácara e os custos complementares.

No ano seguinte já o Clube, mostrando vitalidade, inaugurava um trapiche de concreto com 60 metros de comprimento, possibilitando assim, através de um guincho que barcos de maior porte pudessem ser colocados na água. O Clube, logo após adquiriu outra chácara contígua possibilitando a construção de duas canchas de tênis e mais pavilhões para guarda de barcos.

Na década de 40 o Jangadeiros teve uma boa atividade esportiva e social mas seu fundador sentiu que havia necessidade de injeção de sangue novo, já que a faixa etária dos sócios fundadores era relativamente elevada. Criou então o grupamento “Filhotes dos Jangadeiros”, em 1947, responsável por uma verdadeira revolução na vida do Clube, já que além de fornecer o material humano para a área esportiva transformou-se, por ter diretoria própria, em uma “fábrica” de futuros dirigentes do Clube, possibilitando que a partir da década de 50 a renovação chegasse também nas diretoria e conselho deliberativo.

Na década de 50 o Jangadeiros viveu período áureo em sua área esportiva. Começou a amealhar títulos nacionais nas classes Sharpie e Snipe e iniciou trajetória internacional, o que se transformaria posteriormente em sua marca registrada. Esta intensa atividade deu ao Jangadeiros a autoridade para sediar em 1959 o Campeonato Mundial de Snipes, a primeira competição deste porte realizada no Hemisfério Sul.

O sucesso do evento, que incluiu a construção de 20 barcos novos oferecidos aos participantes abriu as portas para a efetivação de dezenas de grandes competições nacionais e internacionais (mais três campeonatos mundiais foram realizados posteriormente) e serviu como base para o lançamento da Ilha dos Jangadeiros e do ingresso do Clube na vela de Oceano e Cruzeiro.

Construída a Ilha dos Jangadeiros, com liderança de Geraldo Tollens Linck passou o Clube a viver nova e promissora fase. Na ilha foram implantadas a pioneira Escola de Vela Barra Limpa, a sede esportiva, junto às piscinas, o parque de vela de competição, oficina de reparos e manutenção junto ao guindaste com capacidade de 20 toneladas, pavilhões e pátios de lanchas, três rampas de acesso ao rio e quatro trapiches com um total de mais de 200 embarcações de oceano e cruzeiro, além de canal dragado de acesso ao canal natural do rio.

O Jangadeiros, hoje com 75 anos,  reúne alguns dos mais importantes atletas do País. E segue cumprindo os ideais  do seu fundador.