LOGO-JAN - sem fundo branco - Cópia - Cópia

Jangada News – 04 de maio de 2018

Jangada News
Newsletter do Clube Jangadeiros . Porto Alegre . Edição 4 de maio de 2018

 

JANGADEIROS É O MELHOR CLUBE NA COPA DA JUVENTUDE 2018

Em um desempenho impressionante, nossos atletas lideraram em três classes do maior campeonato nacional da Vela Jovem

flotilha

 

Graças ao talento e à raça do seu time, Janga é Ouro na classe 29er, com VITOR e IAN PAIM, e na RS:X, com LARISSA SCHENKER.

O atleta JOÃO EMILIO VASCONCELLOS conquistou o vice campeonato na Laser Radial.

GUILHERME PLENTZ levantou a taça do 1° lugar Masculino na RS:X, e a dupla GIOVANNE PISTORELLO e GABRIEL SIMÕES conquistou o 2° lugar do pódio na 29er.

Salve o grande técnico e bicampeão brasileiro de Snipe, LUCAS MAZIM, cumprimentos a RODRIGO AQUINO e à grande apoiadora da Vela Jovem: CBC (Confederação Brasileira de Clubes).

O campeonato definiu a equipe brasileira que disputará o Mundial da Juventude 2018, em Corpus Christi, nos Estados Unidos, de 14 a 21 de julho.

A Copa da Juventude 2018 encerrou nesta sexta-feira (4) com muitas vitórias para o Jangadeiros. Além do pódio, classificou na classe 29er as duplas LORENZO BERND e JOÃO LUKA MORÉ, em 7º lugar, GABRIEL KERN e DIEGO FALCETTA, em 10º, e JOÃO PEDRO TATSCH e ANTÔNIO ALBUQUERQUE, em 13º. Na classe Laser Radial, parabéns aos atletas AMÉRICO COSTA, 6º lugar, e a GUILHERME PEREZ, 7º.

Entre 12 Clubes que disputaram nesta edição, o Janga recebeu o título de Melhor Clube do Brasil, somando 598 pontos. Foi seguido pelo Iate Clube do Rio de Janeiro, 576 pontos, Yacht Clube da Bahia, 555 pontos, Veleiros do Sul, 352 pontos, e pelo Yacht Club Santo Amaro, 306 pontos.

A competição reuniu 83 velejadores de até 19 anos, de seis estados do país, nas seguintes classes: 29er (Masc. e Fem.); 420 (Masc. e Fem.); Laser Radial (Masc. e Fem.) e RS:X (Masc. e Fem).

Na quinta-feira, os atletas contaram com a presença de Torben Grael. O bicampeão olímpico (Atlanta-1996 e Atenas-2004, ambas na classe Star), prestigiou a competição, que foi disputada durante quatro dias na Base Naval de Aratu, em Salvador.

Mais informações sobre a Copa da Juventude: http://copadajuventude.cbvela.org.br/

inter

inter

torben

Torben Grael: A vela é um esporte que exige muita paixão e é bom começar desde cedo

geral

 

FERNANDA OLIVEIRA E ANA BARBACHAN defendem muito bem o Brasil na ETAPA DE HYÈRES (França) da Copa do Mundo da World Sailing

Dupla olímpica ficou no Top 10 na classificação geral

 

hyeres

FOTO: Jesus Renedo/ Sailing Energy

A nossa dupla olímpica terminou a regata da medalha em sexto lugar na classe 470 Feminino e ficou na nona colocação na classificação geral. Foi um resultado expressivo após um começo de semana complicado nas primeiras provas. O ouro foi para as francesas Lecointre/Retornaz (62 p.p.). O Brasil conquistou o ouro na Finn com JORGE ZARIF. Ao todo, a delegação brasileira teve 13 atletas em Hyères.

“Demoramos um pouco a pegar o ritmo num campeonato com mais barcos na água, mas ficamos felizes porque nas últimas regatas conseguimos andar entre as dez primeiras.”

Fernanda Oliveira

Resultados completos: http://sailing.org/worldcup/results/index.php

Mais informações sobre a Copa do Mundo de Hyères: http://swc.ffvoile.fr/

 

logo

Sábado em homenagem ao Dia das Mães
na 6ª edição do Optifest

Venha participar desta iniciativa da nossa Flotilha da Jangada

O evento na manhã de sábado (12), em homenagem ao Dia das Mães, vai movimentar o Clube com regatas, premiação dos barcos mais enfeitados, sorteios e um suculento galeto no horário de almoço. Fica o aviso aos pais que irão substituir as mães durante as regatas: precisam estar caracterizados, vestidos de “mãe”. “É uma brincadeira que traz descontração e mantém o conceito da festa”, diz Caco Moré.

A regata das mães inicia às 11h15min, logo em seguida, acontece a dos pequenos da Escola de Vela Barra Limpa, juntamente com os atletas da Flotilha de Optimist. A terceira regata é a dos ex-optimistas, às 12h45min. Mesmo que o seu filho não pratique o esporte, venha conhecer a Optifest e aproveitar o dia aqui no Janga. Não vai faltar alegria e divertimento!

opti

 2º Campeonato Estadual de Kite Hydrofoil acontece nos dias 25, 26 e 27

Modalidade está cotada para integrar programa olímpico em Tóquio 2020 como esporte de demonstração

kite

O esporte, que faz parte da categoria das hydrofoils, chegou ao Rio Grande do Sul em março de 2017, com regatas disputadas durante a 4ª Copa Brasil de Vela. A experiência levou o velejador MARCELO BERND a montar no Jangadeiros a primeira flotilha de Kite Hydrofoil no Estado e a organizar o primeiro campeonato estadual. Esta primeira etapa da competição (a segunda etapa será em Pelotas e a terceira ainda não está definida) irá contar com a participação de cerca de 15 atletas e a realização de 12 regatas.

No Brasil, o hydrofoil já é um fenômeno, muito praticado. Aqui no Rio Grande do Sul as mudanças são mais lentas, mas nesta edição já teremos um nível técnico bem mais alto. O Janga está aberto para a modalidade”.

Marcelo Bernd, capitão da Flotilha

Sabe o que é Kite Hydrofoil?

O Kite Hydrofoil é uma modalidade disputada com uma prancha que, presa por um mastro a uma parte submersa, fica suspensa acima da água, navegando com menos atrito e podendo desenvolver velocidades acima de 60 km/h. Os atletas usam apenas o vento para impulsionar as velas, formando uma espécie de parapente. 

kite

chi

Rallye pela preservação do “Velho Chico”

Nosso sócio Mario Dubeux encerrou esta semana mais uma bonita aventura pelo “Velho Chico” ao lado do seu filho Victor, 20 bikes
e mais cinco barcos de Hobie Cat 

rally

Foram 165 Km percorridos em três dias pelo maior rio totalmente brasileiro, com mais de 2.800 quilômetros de extensão desde a sua nascente e uma história de 516 anos. O Rio São Francisco passa por cinco estados e 521 municípios. É conhecido como rio da integração nacional, pois atravessa Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. O Rallye é um manifesto de preservação.

“Além do encontro da família Hobie Cat e de conhecer e vivenciar locais e momentos incríveis, o rallye do Velho Chico busca acima de tudo chamar atenção para a paulatina morte desse rio que é patrimônio nacional. Com o passar do tempo e, principalmente, em razão da necessidade de energia, o São Francisco vem secando e comprometendo a fauna e mudando drasticamente os usos e costumes das sociedades ribeirinhas abaixo do Xingó. É isso é muito triste. Talvez uma solução salomônica fosse viabilizar uma barragem (represa) mais próxima da foz. Mas para isso é preciso esforço e interesse público. A aproximação de duas paixões esportivas tão diferentes, mostra que somos seres sociais por essência e que é possível, juntos, lutarmos por uma boa ideia”.

Mario Dubeux
Capitão da Flotilha de Hobie Cat

chico

Mais sobre o São Francisco

O São Francisco foi um dos primeiros rios navegados e ocupados desde o início do processo de colonização. Dos grandes rios brasileiros, o São Francisco é o maior e um dos mais importantes. Para 12 milhões de pessoas, o Velho Chico é um pai generoso: mata a sede, a fome, produz frutas, energia. Mas o pai anda muito doente. É como se o rio estivesse sofrendo de anemia grave.

Em uma viagem de mais de mil quilômetros, o Fantástico mostrou um São Francisco quase irreconhecível. Nem os afluentes estão ajudando como antes. Na lagoa de Itaparica, a seca matou mais de 500 toneladas de peixes. O nível da barragem de Sobradinho é de menos de 5% do volume normal.

Veja a filmagem no: https://glo.bo/2HIjpnX

Vice-campeões do Sul-amaericano de Snipe 2018

chico

chico

chico

chi

chico

 De tão boa, é festa para voltar à agenda do Janga

Sucesso total a Festa Boteco promovida pela sócia Valéria Brito

valeria

Liége Matzenbacher Dalla Porta e a irmã Valéria Brito (à direita)

Todos os espaços internos e externos estavam lotados. A decoração e a iluminação foi show, repleta de quadros com mensagens de botequim, toalhas xadrezes em preto e branco, jogos. Reinou a descontração, o clima de boteco, a oportunidade de brindar com amigos, dançar e ouvir a boa música da Banda Samba e Amor.

“O pessoal gostou demais, adoraram. Foi uma festa muito bem aceita, animada e alegre. Vamos fazer outras. Aguardem”. 

Valéria Brito

botecoboteco

 Recomendação da Capitania dos Portos

A Capitania dos Portos solicita aos associados do Jangadeiros evitar fundear ou permanecer em frente ao cais de atracação das lanchas de passageiros na Usina do Gasômetro. “As lanchas de moto aquáticas que ali ficam, estão criando condições para acidentes, pois bloqueiam as manobras de atracação e desatracação das lanchas de passageiros”, diz o ofício enviado ao Clube.

gasometro

 agenda
 Principais Notícias Publicadas

 

O Estado de São Paulo, 29 de abril

ESTADAO

Zero Hora, 28 e 29 de abril

zh

Correio do Povo, 28 de abril

correio

Regata News, 29 de abril

regata news

Jangada News
Nosso Facebook Nosso Twitter Nosso site Nosso Instagram