LOGO-JAN - sem fundo branco

Jangada News – 6 de abril de 2018





Jangada News
Newsletter do Clube Jangadeiros . Porto Alegre . Edição 16 de março de 2018

 visao da velab

 Jangadeiros volta ao pódio como vice-campeão do Sul-americano da classe Snipe 2018 com a dupla Rodrigo Linck Duarte e Lucas Mazim

A história do Jangadeiros, como sempre diz o comodoro Manuel Ruttkay Pereira, se mistura à história de 86 anos do Snipe, uma das mais importantes classes da vela, criada nos Estados Unidos,”

Vice-campeões do Sul-amaericano de Snipe 2018

Dupla nova no Janga: Rodrigo e Lucas competem juntos pela primeira vez  

 Parabéns a todos os nossos atletas que participaram e, em especial, aos grandes campeões da categoria Master, Fernando Kessler, o “Duca”, e Rolf Peter Nehm. O segundo título de vice-campeão do Sul-americano 2018 foi conquistado na categoria Júnior, pela nossa dupla Philipp Rump e Luis Eduardo Pejnovic. No Feminino, o 1º lugar é de Amanda e Geórgia Rodrigues, orgulhos do Janga em muitos campeonatos.

Campeão nove vezes no Sul-americano e quatro vezes sediando o campeonato, o Jangadeiros recebeu para esta edição alguns dos maiores nomes da classe em âmbito nacional e internacional. Foi praticamente uma semana de muita convivência e camaradagem entre os 120 atletas que representaram a Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Guatemala, Peru, Porto Rico e Uruguai.

A competição chegou ao final no sábado (31), com a cerimônia de premiação da categoria “Open”, que trouxe ao Clube o título de vice-campeão, conquistado por uma nova dupla formada no Jangadeiros. Rodrigo Linck Duarte, o Leiteiro, e Lucas Mazim, alcançaram a posição com uma diferença de sete pontos do 1º lugar.

O comodoro Manuel Ruttkay Pereira exaltou a importância da classe na história do Janga: “Em 1959 foi realizado pelo Clube o campeonato mundial da classe, o 1º abaixo da linha do Equador. Após este evento, sediamos em 1993 outro campeonato mundial da classe, já então na nova sede na Ilha dos Jangadeiros. Quando se diz que o Clube dos Jangadeiros e a classe Snipe se confundem não estamos exagerando, pois desde 1955 já ganhávamos títulos nacionais com o nosso multicampeão Gabriel Gonzales e Nelson Piccolo.

O Clube dos Jangadeiros é o maior detentor de títulos. Já são cerca de 27 Brasileiros, além de Sul-americanos, Pan-Americanos e Mundiais. Vencemos com campeões do nível de Gabriel Gonzales, Nelson Piccolo, Carlos Henrique De Lorenzi, o Dedá, Kurt Keller, Alexandre Paradeda, Gastão Altemayer, Marco Aurélio Paradeda, Waldemar Bier e Paulo Renato Paradeda – o primeiro a vencer um Sul-americano no Jangadeiros”.

120 atletas de nove paises participaram

Clima de camaradagem e disputa acirrada entre 120 atletas de oito países  

Vice-campeões do Sul-amaericano de Snipe 2018

Vice-comodoro Pedro Pesce orgulhoso com o título conquistado por Rodrigo e Lucas

Vice-campeões do Sul-amaericano de Snipe 2018

Velejador com duas Olimpíadas no currículo, Atenas (2004) e Pequim (2008), duas vezes campeão brasileiro e vice-campeão mundial, entre outros títulos, Leiteiro comenta a conquista: “Eu e o Lucas estamos muito felizes com o resultado. Foi a primeira vez que velejamos juntos e já deu para ver que a gente se acertou bem. Vamos ver se alcançamos bons resultados em outros campeonatos e quem sabe vamos competir no Hemisfério, em Buenos Aires”.

Lucas Mazim, campeão Brasileiro em 2017 e 2018, comemorou mais esta vitória: “Era um título inesperado para nós, já que foi o nosso primeiro campeonato. A gente treinou bastante, mas era uma fase de adaptação da classe, tivemos algumas dificuldades, mas chegamos a um resultado bem expressivo. Estamos bem satisfeitos e empolgados para os próximos campeonatos”.

O carioca Bruno Bethlem está conquistando o seu segundo título de campeão no Sul-americano, o primeiro foi em 2000. Outro grande nome do Snipe, já conquistou para o Iate Clube do Rio de Janeiro dois títulos mundiais (2009/ 2013), nove brasileiros e Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos em 2003. “Foi uma semana bastante difícil, com vento fraco e inconstante. A gente fez uma boa preparação e chegamos bem tranquilos. Estávamos há um bom tempo sem vencer no Snipe depois que eu voltei das Olímpiadas, então teve um sabor especial”, diz Bethlem. 

Campeonato de alto nivel

 Momento de celebrar uma semana de campeonato e oito regatas disputadas no “Open”

O 3° lugar do pódio ficou com o argentino René Hormazabal e Sidney Bloch, da Escola de Vela de Ilhabela. “Foi um campeonato muito difícil para a gente, de alto nível. Chegamos sem expectativas e fizemos uma média boa nos primeiros dias e acabamos com um ótimo resultado”, comenta René.

O 4º lugar é do multicampeão Alexandre Paradeda e Ana Júlia Tenório, dupla campeã na categoria Misto, que garantiu para o Brasil a sua vaga nos Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima. O 5º lugar foi conquistado por mais um ícone da classe, o uruguaio Ricardo Fabini e a sua dupla Florencia Panizari. Fabini foi campeão mundial em 1989, do Hemisfério Ocidental em 1991, três vezes campeão no Sul-americano e Medalha de Prata no Pan-Americano em 1995, na Argentina. 

vice-campeões do Júnior

Dupla vice-campeã do Júnior, Philipp Rump e Luis Eduardo Pejnovic, com Gabriel Kieling, bicampeão no Sul-americano

podio do Junior

 1° lugar, Felipe Rondina e Christian Shaw, do Iate Clube de Brasília; 2º lugar, Philipp Rump e Luis Eduardo Pejnovic, do Janga; 3° lugar, Matheus Oliveira e Rafael Carpallo, da Escola de Vela de Ilhabela 

Na categoria Júnior, o título de vice-campeão também é do Janga. Parabéns a dupla Philipp Rump e Luis Eduardo Pejnovic, que bravamente trouxeram o título para o Clube. O 1° lugar, é dos atuais campeões brasileiros na categoria, Felipe Rondina e Christian Shaw, do Iate Clube de Brasília, e o 3° lugar é de Matheus Oliveira e Rafael Carpallo, da Escola de Vela de Ilhabela.

Força feminina do Snipe

No Feminino, o título é das atletas Amanda e Geórgia Rodrigues, outro orgulho do Janga, também campeãs brasileiras na categoria

RESULTADOS

Categoria Open: http://jangadeiros.com.br/wp-content/uploads/2018/03/2018-Snipe-South-American-Open-Final.pdf

 Fernando Kessler e Rolf Peter Nehm: dois campeões de tradição

Com um desempenho no Sul-Americano que não deu chance aos competidores, dupla levou o título no Master

 Podio do Misto

  Exemplo e admiração: O pódio completo dos vencedores do Master. Ao centro, Rolf Peter Nehm e Fernando Kessler

Quem viu o desempenho de Fernando Kessler e Rolf Peter Nehm no Campeonato Sul-Americano de Snipe, testemunhou uma regata de ouro. A dupla foi a vencedora da competição no Master, somando o título a uma carreira vitoriosa e mantendo viva a tradição do Clube dos Jangadeiros de produzir campeões na classe.

Kessler e Nehm são presença frequente na Ilha, geralmente envolvidos com os atletas mais jovens do Clube, mas sem deixar de competir. Fernando, mais conhecido como Duca, participa com frequência de torneios de Snipe. É o atual vice-campeão estadual da Classe Snipe FEVERS, título conquistado em novembro.

Já Peter, de 59, nos anos 80 e 90 disputou títulos nacionais e participou, junto com Marco Aurélio Paradeda das Olimpíadas de Los Angeles, em 1984, na classe 470. Professor da Escola de Vela, ele também está por trás de atividades como a revitalização do histórico barco Tietê, que pertenceu ao fundador do Jangadeiros, Leopoldo Geyer,

Os caminhos dos dois campeões se entrecruzam há mais de 30 anos, sempre dentro do Jangadeiros: “O Peter foi meu professor quando eu ainda andava de Optimist, na década de 80″, conta Fernando. “Estamos sempre aqui no Jangadeiros, velejando e motivando a turma a velejar, mais por prazer do que competição”, comenta Fernando.

Vice-campeões do Sul-amaericano de Snipe 2018

Dupla Rolf Peter Nehm e Fernando Thode foi homenageada pela sua história na vela

 

Peter: “Quando eu volto de uma velejada boa, estou no céu”

“Essa competição foi muito legal, pois o pessoal torceu muito para nós e acabamos levando o título”, diz Fernando. “Estamos sempre ajudando quem está começando e aprendendo, ficamos muito alegres com isso”.

Em quatro regatas, eles venceram uma e chegaram em segundo lugar nas demais, superando na classificação Adriano dos Santos e Christian Franzen, do Veleiros do Sul, os vice-campeões.

Mais até do que a vitória, Peter valoriza o prazer de continuar velejando em alto nível aos 59 anos. “O cansaço é natural, mas é um cansaço que te deixa para cima. Quando eu volto de uma velejada boa, estou no céu”. E nem mesmo os contratempos assustam o atleta. “Às vezes, quanto mais dificuldades temos na água, melhor é a sensação”.

Sul-Americano Master 

1º – Fernando Kessler e Rolf Peter Nehm (CDJ)
2º – Adriano José dos Santos e Christian Franzen (VDS)
3º – Henry Giurria e Guilhermo Plá (YCU/YC) Punta Del Este

Categoria Master: http://jangadeiros.com.br/wp-content/uploads/2018/03/Resultados-MASTER-2703.pdf

 

No Misto, quatro vagas asseguradas para os Jogos Pan-Americanos de 2019

Depois de três dias de competição iniciada no domingo (25) e um total de seis regatas nas águas do Guaíba, foi decidido os quatro países que conquistaram vagas para os Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019: Brasil, Argentina, Porto Rico e Uruguai

Podio do Misto

Misto: Juliana Duque e Rafael Martins, da Bahia, 2º lugar; Ana Júlia Tenório e Xandi Paradeda, 1º lugar; e a dupla argentina Luciano Pesci e Bárbara Brotons, 3º lugar 

Campeão mundial em 2001, doze vezes campeão brasileiro, quatro no Sul-Americano e Medalha de Ouro no Pan-Americano do Rio, em 2007, e Prata em Winnipeg, em 1999, o multicampeão Alexandre Paradeda venceu quatro das seis regatas do campeonato, garantindo ao lado da jovem atleta Ana Júlia Tenório, de 17 anos, a vaga para o Brasil.

Ele ficou com uma diferença de nove pontos do segundo lugar na categoria Misto, a campeã mundial Feminino Juliana Duque, em dupla com Rafael Martins, ambos da Bahia. A vaga para a Argentina foi conquistada por Luciano Pesci e Bárbara Brotons, classificados em terceiro lugar. 

A vaga de Porto Rico, foi defendida pelo campeão mundial Raúl Ríos, de 24 anos, e pela sua proeira Sofia Rivera, 7º lugar no Misto. Raul foi Medalha de Ouro no Pan-Americano de 2015, em Toronto, três vezes campeão norte-americano e campeão nacional nos Estados Unidos em 2013, 2014 e 2015.

O país vizinho Uruguai também conquistou a sua vaga com o multicampeão Ricardo Fabini, classificado no Misto em 8º lugar ao lado de Florencia Panizari. O top 5 na categoria foi completado com a dupla argentina Luis Soubie e Brenda Quagliotti, 4º lugar, e Mário Sérgio Júnior, da Escola de Vela de Ilhabela, em dupla com Amanda Rodrigues, do Janga, em 5º.

RESULTADOS

Categoria Misto: http://jangadeiros.com.br/wp-content/uploads/2018/03/2018sul-americano-snipe-final-mixed1.pdf

Crédito das fotos: Cláudio Bergman

 Lorenzo Balestrin é vice-campeão Sul-americano de Optimist 2018

Na próxima semana, o atleta já embarca para o Rio de Janeiro para competir na seletiva do Campeonato Brasil-Centro e buscar classificação para o mundial

Lorenzo Balestrin

 Nosso Lorenzo Balestrin conquistou bravamente o vice-campeonato em Montevidéo. A liderança é do argentino Santino Marcatelli 

Lorenzo conquistou o título após correr nove regatas nas águas do Rio da Plata em quatro dias de competição e mais um quinto dia disputado pela equipe brasileira, que ficou em 3º lugar. A competição encerrou no sábado (31), no Yacht Club Uruguayo, com a presença de 168 jovens atletas de 12 países.

O próximo desafio do jovem atleta será buscar um bom resultado no campeonato Brasil-Centro de Optimist – de 16 a 21 de abril, no Iate Clube do Rio de Janeiro, sub sede Cabo Frio – para alcançar classificação para o Mundial, que começa a ser disputado no final de agosto, no Chipre. .

“Foi muito legal, um campeonato com muitos caras bons juntos, de alto nível. E isso me     motiva a vencer”   Lorenzo Balestrin

Lorenzo Balestrin

Crédito: Matías Capizzano

 Muito conhecimento no Brechó-Congresso dos Cruzeiristas

Evento de conteúdo técnico, lazer e confraternização lotou a “casa” e trouxe muitos ensinamentos aos sócios. Um dos pontos altos, foi assitir a palestra dos idealizadores do canal  #SAL, Adriano Plotzki Dutra e sua esposa, Aline Sena. Com 22 mil inscritos, o maior canal de náutica do Brasil pelo youtube, possui 170 mil views por mês e um milhão e meio de minutos assistidos por pessoas que amam a vela 

Brecho 2

Brecho 2

Festa de Boteco aqui no Janga

Festa de Boteco aqui no Janga

 

Parabéns aos tetracampeões da Búzios Sailing Week 

Tripulação do comandante Francisco Freitas liderou mais uma vez uma das mais tradicionais competições da vela oceânica do Brasil 

Campeoes da Buzios

O campeonato chegou ao final no sábado (31) com mais uma grande vitória desta tripulação especialista em vencer grandes desafios na classe ORC Internacional. Tradicionalmente conquistando o título na Búzios Sailing Week a bordo do San Chico, desta vez disputaram com o  modelo Felci 315, de construção nacional, projetado pela lenda italiana Umberto Felci.

“Para mim foi um desafio ter vindo para Búzios. Mesmo tcom uma equipe experiente, que veleja junto há muito tempo, o FelciUno é um barco bem diferente do que estamos acostumados. Mas fechamos com chave de ouro. Obrigado à tripulação, que soube com muita garra, tática e dedicação disputar tão bem as regatas”.  Xico Freitas

TRIPULAÇÃO

João Tatsch / Emilio Strassburger / Marítima Felipe / Renê Garrafielo / Damien Bercht /Fernando Cavalli / Francisco Freitas

Buzios Week

Tripulação venceu a bordo do modelo Felci 315

 Festa Boteco de Outono aqui no Janga

Aproveite o início da bonita estação e traga seus amigos para participar desta animada festa em pleno clima de botequim

Não vai faltar DJ, música ao vivo, muita dança e, claro, as famosas comidinhas de botequim: bolinho de bacalhau, polentinha frita, linguiçinha, aipim naquele ponto de dar água na boca, a saborosa cerveja Dandara produzida pelo campeão mundial de Snipe Júnior Tiago Brito, e muito mais. 

O evento é coordenado por Valéria Brito, sócia do Clube há cerca de 15 anos, mãe dos atletas Tiago, Pedro e Vitor e esposa de Renato Brito.

Compre o seu ingresso na secretaria de Eventos ou na Administrativa.

SÓCIOS: R$20 / NÃO SÓCIOS: R$30

Festa de Boteco aqui no Janga

 Participe: 1º Workshop “Gerenciando o Risco na Prática do Kitesurf”

Clínica com Marcelo Gervini acontece neste final de semana, na Escola de Vela Barra Limpa. Inscreva-se!

O workshop será ministrado pelo ex-diretor técnico e vice-presidente da Associação Brasileira de Kitesurf, Marcelo Gervini. Vale lembrar que o esporte é um dos que mais cresce no País e mobiliza muitos atletas no Estado. Também está confirmada a presença da Marinha do Brasil e do Corpo de Bombeiros. Curso fomentado pelo RS Kite Club, com o apoio do Jangadeiros, Escola de Vela Barra Limpa, Sul Náutica e Posto Cavalhada.Tudo coordenado por Rafael Paradeda.

O QUE: 1º Workshop Gerenciando o Risco na Prática do Kitesurf
QUANDO: Dias 7 (sábado), das 17h às 21h, e 8 (domingo), das 12h às 18h
ONDE: Escola de Vela Barra Limpa
INFORMAÇÕES: rafaelparadeda@gmail.com / 51 995994099

Workshop Kitesurf

 

Show de luzes e cores na 13ª Velejada na Lua Cheia

Fotos espetaculares assinadas pelo nosso sócio cruzeirista Bruno Pjr, clicadas no dia 29 de março

lua cheia

lua cheia 2

lua cheia

 agenda

 PRINCIPAIS NOTÍCIAS PUBLICADAS

CLIPPING

ZERO HORA

CLIPPING

NÁUTICA

CLIPPING

 

ZERO HORA

CLIPPING

ZERO HORA

CLIpping

ALMA NÁUTICA

clipping

NOTÍCIAS DO MAR

clipping

REVISTA NÁUTICA

vice-campeões do Júnior

Jangada News
Nosso Facebook Nosso Twitter Nosso site Nosso Instagram