Letter_Sul_Am_Snipe_+_Janga - Cópia

América Latina em busca do título e classificação para o Pan no Janga

Sem tempo para descansar, vamos receber de 23 a 31 de março o Sul-Americano da Classe Snipe 2018. Vale lembrar a nossa tradição de campeões na classe: o Janga foi 10 vezes campeão sul-americano e 27 vezes campeão brasileiro 

A expectativa é de que uma centena de velejadores, incluindo campeões mundiais, pan-americanos, sul-americanos e brasileiros participem do importante campeonato internacional, representando países como Argentina, Uruguai, Venezuela, Chile e Cuba, além do Brasil.

A competição deste ano cresceu em relevância por proporcionar vagas para o Pan-Americano de 2019, que será realizado em Lima, no Peru, de 26 de julho a 11 de agosto. Lembramos a recente conquista do título de campeão brasileiro na classe, com Xandi Paradeda e Lucas Mazim campeões em dupla pelo segundo ano consecutivo, e do 1º lugar Feminino, com Amanda e Geórgia Rodrigues.

“Esta competição é muito importante, além de ser um Sul-Americano da categoria, também dá classificação para o Pan-Americano de 2019. As expectativas são muito boas. As competições neste nível tão alto são ótimas para deixar a flotilha afiada, treinada, traz gente nova para a flotilha e coloca a classe em evidência”.

Caio Pantoja, capitão da Flotilha de Snipe

“Irei correr o Sul-Americano com o Rodrigo Link Duarte. Vai ser uma situação diferente, uma dupla nova e um campeonato difícil. O Rodrigo tem como característica ser muito dedicado e perfeccionista, é um velejador de altíssimo nível. Estou me dedicando bastante na preparação, controlando a alimentação e fazendo exercícios físicos”.

Lucas Mazim, bi-campeão brasileiro de Snipe ao lado de Xandi Paradeda

“Eu e o Lucas velejamos algumas vezes juntos antes. Ele vai me facilitar muito a vida, o Lucas está super bem treinado, foi campeão brasileiro com o Xandi há pouco tempo. Será uma boa competição”.

Rodrigo Link Duarte

“Estamos mais entrosadas e com maior ritmo para este Sul-Americano. Competir em casa é sempre muito bom e o pátio da Clube já está animado para o campeonato. A expectativa é melhorar na classificação geral no Sul- Americano open e correr o sul americano misto, dessa vez separadas”.

Amanda Rodrigues, campeã feminina no Campeonato Brasileiro de Snipe

“Competir em casa é sempre bom, a gente se sente mais tranquilo. Vai ser um campeonato internacional de alto nivel que cria uma expectativa boa. Acho que será uma competição interessante pela qualificação de todo o pessoal. Nós do Janga temos a vantagem de conhecer a raia, por isso, será legal de ver os barcos do Clube na água em busca de um bom resultado”.

Diego Falcetta

Aviso de regata: https://goo.gl/nr8BL5