DSCF1184

Aventura e diversão com os alunos do Colégio João XXIII

A tarde da última quarta-feira (3) mudou a rotina do Jangadeiros. Um micro-ônibus escolar desembarcou na Escola de Vela Barra Limpa com a turminha de 20 alunos, de 4 a 6 anos, da professora Luciene Barroso, da Educação Infantil do Colégio João XXIII.
A alegria e farra já começou na hora da chegada. A meninada estava eufórica para entrar nos barcos e “curtir” a primeira velejada pelo Guaíba. Com o apoio do vice-comodoro Esportivo, Rodrigo Porto Castro, o clube disponibilizou dois professores, Peter Nehm e Cátia Pistorella, para iniciar a aventura com os pequenos, que também foram acompanhados pelo coordenador da Escola de Velas, Rodrigo Aquino e recebidos pelo vice-comodoro Pedro Pesce.

Durante o passeio, com todos devidamente equipados com o colete salva-vidas, o grupo também aprendeu a identificar um veleiro optimist, barco de porte menor utilizado por jovens de 7 a 15 anos para a sua iniciação na vela. Toda a articulação da visita foi orquestrada pelo sócio Francisco Freitas, pai da aluna Helena, muito conhecido por ser comandante do premiado San Chico.

No final da tarde, a turminha comemorou a façanha com um piquinique no gramado do Clube enquanto aguardavam os pais para um suculento churrasco. “É muito importante estimular nas crianças a prática do esporte e especialmente da vela, que transmite um exercício de equilíbrio, de responsabilidade com a natureza e consigo próprio”, diz Francisco Freitas. “Para o Jangadeiros é uma oportunidade de renovação de famílias e de velejadores”, finaliza.

“Levar as crianças para velejar no Guaíba traduz nossa crença de que as crianças são protagonistas na construção de suas aprendizagens quando vivem a “experiência do fenômeno”, quando podem experimentá-lo com todas as sensações, emoções, percepções, pensamentos e ações, as quais se engendram na busca fascinante e permanente de conhecer e de dar sentido às coisas da vida.”

Márcia Valiati, coordenadora pedagógica da Educação Infantil do Colégio João XXIII